julho 25, 2010

Preguiça da vaidade

 Não sei porque escrevi esse texto, mas enfim...
Preguiça e vaidade são dois pecados capitais que definitivamente não andam juntos. Se você é vaidoso (a), você não tem preguiça de fazê-lo, e se você tem preguiça de fazê-lo você não é vaidoso(a). Vice e versa.
Eu não estou nos tempos de vaidade, pelo contrário. Eu me afundei num poço de preguiça infinita, e eu não consigo nem achar a luz do final dele para sair. A vaidade deve estar em algum lugar em mim, no mais profundo sono de beleza. E ela deve estar acompanhada com a minha auto-estima.
O engraçado é olhar como eu era antes. Tenta imaginar a pessoa mais vaidosa do mundo. Ok, não é pra tanto. Mas eu não saia de casa sem uma maquiagem muito bem elaborada, super bem arrumada e perfumada. Meus cachinhos sempre foram destaque. Eu me achava "bonitinha" porque nunca fui muito de elogiar a mim mesma, não consigo fazê-lo e ponto. Hoje eu saio com um rímel e acho que esta bom, sem brincos e anéis que eu costumava usar, e um perfume porque não gosto de mau cheiro. Até meu cabelo (meu amado cabelo) que sempre fora lindo começou a ficar sem vida. Se eu me achava bonitinha, hoje eu falo que sou uma feia e mal arrumada.
Eu não tenho roupas para sair, então fica trancada em casa (mais especificamente no meu quarto) vendo as horas passarem ou viajando num livro da minha prateleira. Eu não tenho pique mais para a vaidade.
Algumas pessoas disseram que eu estou dando muito valor a minha saúde mental e estou esquecendo da minha saúde física. Coisa que antigamente eu colocava numa balança e elas ficavam no mesmo nível.
Para ser bem mais sincera, eu andei com preguiça até de ler meus livros e escrever minhas ideias (coisa que, DEFINITIVAMENTE NÃO É normal). Eu só fico deitada vendo o tempo passar.
Isso refletiu até no blog. O blog esta sem sal e sem açúcar, com um lay podrinho. A única coisa que andei melhorando foi os posts, que comecei a pesquisar mais para trazer um conteúdo mais completinho. Só isso também.
Agora você vai me falar para tentar recuperar minha auto-estima e tornar o que era antes para sorrir como antes também. Eu tento, juro que tento. Eu tento recuperar aquela Horrana sorridente e bonitinha. Eu gostava (e gosto!) dessa minha personalidade contagiante. Mas toda a vez que começo eu não termino, porque dá preguiça. A maldita preguiça.
Desculpa se torrei a sua paciência com esse texto sem moral de história. Mas é um desabafo. Se você encontrar a minha vaidade, acorde-a e me devolva.

Super beijinhos,
Hoho'n

4 comentários:

  1. ah, mas num é so vc que sofre desse mal.
    minha preguiça chega a ponto de eu nao querer nem ler...
    mas sobre a questao de sair eu nao gosto de sair mesmo... sair nao é pra mim!
    nao da pra dizer pra vc animar, pq tbm tenho meus momentos "sou a pior pessoa do mundo" e nada do que digam muda isso! mas eu sei que ja ja vc percebe que precisa dar uma sacudida que as coisas vao melhorando...
    beeeeijos fofa

    ResponderExcluir
  2. É só uma fase. Às vezes estamos com o pique pra nos arrumar, às vezes não. Eu também sou muito preguiçosa e talvez esse seja o problema da minha falta de disposição e desânimo para tudo algumas vezes. Mas uma hora isso passa, passa para todo mundo. Você vai se animar logo... Vai voltar a se olhar no espelho e ver o que gosta! Hehehe...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. nossa! esse texto me assustou e MUITO.
    aah eu achei o seu texto muito bom e podia ter sido escrito por mim, principalmente a parte do blog, se você notar, eu também to refletindo essa preguiça no meu blog e toda essa coisa que você disse da vaidade, aaaaahh! muito eeu, seu texto esta assutadoramente parecido comigo. xD

    ResponderExcluir
  4. Olá.
    Talvez isso seja completamente normal. Eu digo, não ter vaidade, não é um problema. Talvez seja o seu novo "eu", e só precisa parar de se preocupar com isso, que tudo se encaixa. Preguiça vem e vai, é momento, fase. Vaidade é algo que faz parte da pessoa, ou não. Não acho seu blog relaxado. É bem criativo!
    Beijos.

    ResponderExcluir