janeiro 27, 2011

Milagres

2 tortas de limão
Há milagre mais lindo que esse?

Às vezes, sou uma pessoa privilegiada.
Há pessoas que falem do pôr-do-sol. Falam de suas maravilhas. Mas para uma pessoa que acorda um pouco cedo demais num dia preguiçoso, não há milagre mais maravilhoso que o amanhecer.
Um milagre para quem o nota, claro.
Mas eu estava lá, contemplando-o.
Aquele era um amanhecer simples, o céu era de um azul pastel leve que lembrava as paredes do meu quarto e tons de rosa manchavam o céu, como se alguém tivesse derrubado tinta daquela cor sem querer. E lá longe, onde prédios e arranha-céus definiam a linha do horizonte, um sol ainda tímido e preguiçoso despertava.
Sempre achei o amanhecer uma dádiva dos deuses – não que eu acredite em muitos – mas o real é que naquele mesmo instante uma pessoa saiu á janela, olhou para a paisagem e deu de ombros.
Como se aquele fosse um dia estúpido qualquer com qualquer amanhecer mais estúpido ainda.
Fiquei indignada.
Por que as pessoas insistem em não perceber os milagres?
Porque eles sempre estão ali. Eu os vejo, todos os dias, toda hora, em cada detalhe. Tudo o que me cerca é um milagre, uma dádiva divina, seja num amanhecer, num pôr-do-sol, numa noite estrelada, ou num dia cinza de tempestade – por que não?
É bizarro demais, pensei. Um dia eu serei assim? Fui assim?
Por favor, não!
Se crescer significa não ter tempo de apreciar milagres, prefiro congelar no tempo, ser para sempre uma criança.
Uma criança que acredita em milagres.

Falando em milagres, aconteceu um hoje: resolvi por minha câmera em ação.
Acho que só mostrei minhas fotos aqui uma única vez, mas é porque não faço muito isso. Ontem eu estava vendo o Band of Photos (vale muito a pena o clique) que falava sobre a tendência Galaxy, então me empolguei.
Se vocês pedirem, talvez eu mostre algumas num futuro post.

That's all, folks!
Super beijinhos,
Hoho'n

janeiro 24, 2011

Selinho esquecido

2 tortas de limão
A minha amiga amada Larissa desse blog aqui me indicou um selinho faz um tempinho já e só agora eu lembrei de postar...
Regrinha:
Passar o selo a sete blogs e responder as perguntas:

1. Quando você se tornou um leitor (a)?
Eu comecei a ler tinha mais ou menos uns 5 anos de idade, aprendi a ler praticamente sozinha, com jornais e depois passei para os gibis da turma da Mônica ou do Tio Patinhas, que eram e são meus favoritos. Depois eu fiquei um pouco afastada da leitura, enquanto eu brigava com minha criança interior e agora não vivo sem um bom livro na cabeceira da minha cama!

2. Lembra do primeiro livro que leu? Qual foi?
Primeiríssimo livro mesmo eu não lembro. Sei que um dos primeiros foi A Hora do Amor, de Álvaro Cardoso Gomes.

3. Quanto tempo por dia você costuma ler? Quando e onde costuma ler?
Depende muito do livro e do tempo disponível, na real não determino tempo para ler. Há livros que leio literalmente o dia inteiro e tem outros que só fico algumas horas. Na maioria das vezes leio no meu quarto, porque ninguém pode me incomodar lá, apesar de conseguirem fazer isso mesmo assim...

4. Leitura do momento:
A menina que não sabia ler, de John Harding.

5. E os blogs indicados são:
Bom... eu vou deixar em aberto, não sou muito boa em escolher pessoas para indicar selinhos.

Super beijinhos,
Hoho'n

janeiro 20, 2011

101 coisas em 1001 dias

4 tortas de limão

Estava fuçando um dos meus blogs favoritos, o Sunny-365 quando eu vi o 101 coisas em 1001 dias. Eu achei o máximo, e como eu estava num momento “quero tudo e não faço nada”, achei que seria uma boa motivação. 101 é muuita coisa para fazer, mas consegui dar um jeito. As que eu for conquistando vão estar em negrito.

Data de início: Quinta feira, 20 de janeiro de 2011
Data de término: Quinta feira, 17 de outubro de 2013
Itens concluídos: 19 de 101

1. Voltar a dançar;
2. Arranjar um emprego;
3. Dar aulas de inglês;
4. Estudar italiano;
5. Fazer um curso de desenho;
6. Voltar a academia;
7. Emagrecer de 3 a 7 kg;
8. Fazer uma dieta até conseguir emagrecer o necessário;
9. Aprender a tocar o básico do violão e piano;
10. Fazer um curso de fotografia;
11. Comprar uma Nikon L110 ou uma Canon E50D;
12. Tirar fotos na chuva;
13. Comprar uma Polaroid;
14. Aprender a pintar em aquarela;
15. Pintar um quadro de novo;
16. Desenhar e pintar um dragão em aquarela;
17. Fazer um curso de design gráfico/web design;
18. Aprender HTML;
19. Fazer eu mesma um layout para blog;
20. Aprender física;
21. Comprar todos os livros do Stephen King;
22. Ler Matilda;
23. Comprar e ler a série Harry Potter;
24. Comprar e ler O senhor dos anéis;
25. Lotar todas as prateleiras do meu quarto com livros;
26. Fazer uma pequena coleção de sapatos (15+);
27. Fazer uma pequena coleção de maquiagem;
28. Fazer uma coleção de canecas (até que eu não tenha mais onde colocar, ai eu paro de comprar #obssessãoporcanecas);
29. Reformar meu quarto;
30. Comprar um sapo gigante de pelúcia;
31. Fazer um mural de fotos;
32. Manter meu quarto arrumado (durante 5 meses);
33. Montar um pc novo;
34. Conhecer outro estado que não seja Minas Gerais (e SP, porque, né...);
35. Estampar um desenho meu numa camiseta;
36. Aprender a fazer minhas próprias roupas;
37. Desenhar uma coleção de roupas pro meu closet;
38. Participar do 365 project de fotografia;
39. Ler um livro em inglês;
40. Dar uma festa do pijama;
41. Começar a escrever um livro;
42. Desenhar o Júlio;
43. Desenhar a Rany (minha irmã);
44. Comprar e ler o Ciclo da Herança; (01/03)
45. Manter meu celular com crédito durante 3 meses;
46. Acumular R$950;
47. Ir ao parque Beto Carrero;
48. Andar numa roda gigante;
49. Ir às noites do terror do Hopi Hari e Playcenter
50. Saltar de pára-quedas;
51. Fazer um projeto de fotografia com meus amigos*;
52. Conhecer o mar;
53. Fazer um luau;
54. Tomar banho de cachoeira;
55. Passar um dia num clube;
56. Acampar;
57. Aprender a escrever poesias;
58. Chegar a 100 seguidores no blog;
59. Fazer o terceiro furo na orelha;
60. Fazer uma tatuagem de dragão;
61. Ir ao show do Capital Inicial;
62. Ir ao Anime Friends;
63. Provar todos os cafés da Starbucks coffee;
64. Aprender a fazer panettone;
65. Parar de tomar café a noite durante 3 meses;
66. Comprar um all star vermelho ou laranja;
67. Comprar uma correntinha com a palavra “super”;
68. Comprar um colar de dragão;
69. Comprar uma aliança (ou pulseira) da amizade;
70. Fazer um curso de administração;
71. Parar de falar palavrão durante 6 meses;
72. Comprar um touquinha igual da minha amiga monika-chan (não tenho a foto, infelizmente);
73. Aprender a fazer origami;
74. Aprender a dirigir;
75. Comprar um pen drive novo;
76. Tirar uma foto igual esse cara aqui;
77. Meta secreta 1 (fazer uma festinha de aniversário para minha irmã);
78. Conhecer o museu de língua portuguesa;
79. Conhecer o teatro municipal de SP;
80. Conhecer a pinacoteca;
81. Passar um dia com música e amigos no meu amado Ibirapuera;
82. Andar a cavalo;
83. Aprender a andar de skate;
84. Escrever um pergaminho com mais de 15 partes;
85. Assistir todos os filmes que tenho em casa (tenho 200+);
86. Aprender a nadar;
87. Fazer uma mega festa de aniversário de +18;
88. Fazer um canal no youtube e postar 10 vídeos;
89. Fazer um corte diferente no meu cabelo (cansei de degradê ou reto); (repiquei e deixei curto pra caramba)
90. Prestar vestibular para Design Gráfico;
91. Não comer pão durante um mês;
92. Ter uma máquina de escrever;
93. Mudar a playlist inteira do meu celular;
94. Fazer um book;
95. Terminar o jogo Guitar Hero III;
96. Comprar o kit Guitar Hero (guitarra, microfone, bateria, um vício);
97. Meta secreta 2 (não sei se essa eu conto não);
98. Aprender a fazer trança embutida;
99. Ler no mo mínimo 30 livros em um ano; (06/30)
100. Enviar uma carta para cada um dos meus amigos;
101. Nadar num rio.

A maioria das coisas acho que não vão ser assim, um bicho de sete cabeças, umas vão levar mais tempo, outras não, e uma delas eu preciso de coragem e até um pouco de falta de vergonha na cara para fazer... enfim, espero que tenham gostado.

Super beijinhos,
Hoho'n

janeiro 17, 2011

Hoje eu quero...

6 tortas de limão
Correr descalça sobre a relva molhada de orvalho, subir nas árvores, dançar com o vento de uma manhã com um sol ingênuo e tímido.
Quero tomar um banho de rio, depois um de luar e dormir sob as estrelas.
Acordar com os pássaros dizendo ‘bom dia’ ao sol com melodias que o homem nem sequer sonhou criar. Sentir a natureza, mas sem perigo. Quero poder sonhar.
Disse o que eu queria em voz alta, e só escutei ‘que sonhos bobos são esses querida?’. Mas que mal faço eu em sonhar? Que mal faço eu em querer ser, e apenas isso?
Só o que escutei foi ‘que sonhos bobos querida!’.
Bobos, talvez.
Mas sonhos.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Super beijinhos,
Hoho'n

janeiro 09, 2011

Tempo demais

5 tortas de limão
  Quando olho para o tempo, o mundo parece correr em câmera lenta, tudo tão cedo... tão cedo para levantar, tão cedo para fazer acontecer... tão cedo que nada faço, é cedo.
Mas quando dou conta de mim, passou tempo demais, já deveria tê-lo feito, já deveria estar fazendo... é tarde, já é tarde demais.
E o tempo não passou, desde que olhei para ele. Nem um mísero segundo. Era o mesmo.
Muito cedo.
Muito tarde.
Nunca o tempo certo.
Demais para a minha cabeça confusa e insana. Ainda demais para colocá-las, em palavras, em textos...
Talvez depois. Agora é cedo demais.
Agora. Depois é tarde demais.
Cedo ou tarde demais para dizer o que se pensa, amar quem se gosta, levantar e fazer acontecer?
Nenhum nem outro?
Será que é tempo ou coragem que nos falta para dizê-los, amá-los e senti-los?
Insegurança em demasia.
Cedo demais para subir – posso suportar a pressão ainda.
Tarde demais para fazer – já acabou o ar aqui dentro.
E nem um minuto se passou desde que olhei para o tempo. Nem um mísero segundo.
Era o mesmo. O mesmo tempo.

- Bom dia – disse o pequeno príncipe.
- Bom dia – disse o vendedor.
Era um vendedor de pílulas especiais que saciavam a sede. Toma-se uma por semana e não é mais preciso beber.
- Por que vendes isso? – perguntou o principezinho.
- É uma grande economia de tempo – disse o vendedor. – Os peritos calcularam. A gente ganha cinqüenta e três minutos por semana.
- E o que se faz com esses cinqüenta e três minutos?
- O que a gente quiser...
“Eu”, pensou o pequeno príncipe, “se tivesse cinquenta e três minutos para gastar, iria caminhando calmamente em direção a uma fonte...”
O pequeno príncipe - Antoine de Saint-Exupéry


Super beijinhos,
Hoho'n

janeiro 05, 2011

Belas palavras e depois da meia-noite

2 tortas de limão
Nunca fui muito boa com as palavras bonitas.
Até que engano bem quando se trata disso, mas só eu sei o nó que elas fazem dentro da minha cabeça antes delas saírem de vez.
Eu me enrosco e me embaralho. Pronto, nada fez sentido algum.
Talvez para mim não faça sentido algum, e para você tenha saído algo surpreendente. Mas a verdade é que na maioria das vezes não sei do que estou falando, e se sei o que estou falando, não sei o que devo falar.
Confuso?
Talvez num desses devaneios e tentativas de desatar os nós das palavras para colocar os pingos dos “is” nos lugares certos que essas palavras tenham pairado em minha mente e formaram aglomerados que nada acrescentarão em minha ou sua vida.
Engano meu, talvez?
É, talvez.
Nunca fui muito boa com as palavras.
Com as palavras bonitas.


Textinho básico para começar 2011.
E já que comecei a falar de início de ano, vou mostrar como meu 2011 começou:

Horas antes da meia-noite, no meio do show do Fábio Junior

Quem mora em sampa sabe que todo o Reveillon tem na Av. Paulista shows para comemorar com tudo o ano novo. E esse ano deu a louca na minha mãe,  que resolveu que daquela vez, iríamos passar de ano na Paulista e não em casa, já que na minha rua só tem terrorista jogando bomba o tempo todo (kk).

No meio do povão, cantando "Tente outra vez"

E foi incrível! Até o Fiuk de quem eu realmente não era fã me surpreendeu (ele canta MIL vezes melhor AO VIVO), e todos que cantaram fizeram algun cover (Fábio Junior cantando Raul Seixas foi inexplicável e lindo). Pulei, dancei, cantei, me diverti horrores. Dos shows de antes da meia noite só tirei fotos do show do Fábio, mas teve show da Barra da saia, do Fiuk, Zezé di Camargo e Luciano, fora que o lindo do Luigi Baricelli estava lá também.

Foram 15 minutos só de fogos!

Os fogos foram maravilhosos, nunca vi coisa tão linda na minha vida. Tinha 2 milhões e meio de gente em silêncio só vendo aqueles fogos maravilhosos.
E não acabou por aí.
Logo depois dos fogos, veio o show mais esperado por mim: Capital Inicial!
Quem me conhece sabe que curto tudo quanto é estilo musical, mas rock é paixão eterna, não tem jeito. E, entre as nacionais, Capital foi e sempre será meu favorito.


No telão, Capital cantando depois da meia noite

Então galera, mais uma vez um post meio egocêntrico (e grande), mas não resisti contar para vocês como foi minha passagem de ano. 2011 promete!
Me contem: como foi o final de ano de vocês?

Super beijinhos,
Hoho'n