maio 06, 2011

Infinitus

Até meus olhos tentarem alcançar o horizonte, eu achava que tinha noção do que era o infinito.
Mas não sabia.
Meu mundo até então era limitado. Eu achava que o mundo era feito somente de cores, de chuva, de terra, de asfalto, mas descobri que ele era mais feito de azul e de ondas do que todas as coisas anteriores.
E ainda não foi tudo.
Até meus pés tocarem aquelas areias molhadas, meu mundo era de um jeito. E agora não é mais. Ele não mudou, mas ficou diferente. Senti medo, senti coragem, senti felicidade, senti ternura. Antes que eu o conhecesse ele não mostrou sua fúria, e eu o agradeci. Meu mundo estava mudado, sem deixar de ser o mesmo.
Antes que meu corpo se jogasse e mergulhasse nas águas salgadas, meu ser era medo. Agora ele é destemido, e a única coisa que não se atreve a desafiar é aquele que lhe proporcionou tamanha mudança, tamanho encanto, tamanho respeito.
O mar.
Até que eu voltasse para sentir tudo de novo, eu não acreditava.
Mas agora acredito, que sim, tudo pode-se tornar realidade.
E que o infinito que se imagina é muito limitado, é muito pouco para tamanha grandeza. É medíocre.
Eu achava que conhecia o infinito até me encontrar com o mar.
Só que eu não sabia.
E ainda não sei.

Desculpem o hiper sumiço, esse texto estava guardado já faz muito tempo e estava com preguiça de postar.


3 comentários:

  1. que texto lindo, expandir os horizontes hun?

    ( ahh eu tbm detesto palhaços xD, aquela parte do filme foi a pioooorrr, hehehe e olha, eu achei esse link aqui e a imagem ta rasoavel http://www.fileserve.com/file/UXfJ37a )

    ResponderExcluir
  2. Você sumiu hein? Cadê a garota que disse que o meu blog era um dos favoritos dela? RIALTO

    Tchau Ho, te espero no meu blog sua chata ROPI3P2O4´2P

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto, sabe que tem um pouco a ver com o meu ultimo post, principalmente a parte de expandir horizontes, estou atrás disso tbm.
    mas poxa não some não.

    Beijos!

    ResponderExcluir